Papa recebe Ir. Alois, de Taizé: juntos pelos jovens


Data da Postagem: 13 de Março de 2018

Na audiência, Ir. Alois parabenizou o Papa Francisco pelos seus cinco anos de pontificado.

Cidade do Vaticano –

O próximo Sínodo sobre os jovens, as novas iniciativas da Comunidade de Taizé no caminho ecumênico e no acolhimento aos migrantes: estes foram os temas do encontro entre o Papa Francisco e o prior da Comunidade, Ir. Alois Löser, recebido na segunda-feira (12/03) para a tradicional audiência no mês de março.

Cinco anos de pontificado

O prior agradeceu ao Papa pelo seu ministério no quinto aniversário da sua eleição.
“Eu lhe agradeci pela maneira tão pastoral de viver o seu ministério. Este é um grande encorajamento para muitas pessoas, que vai além da pertença à Igreja Católica. Trata-se de uma grande continuidade, mas, ao mesmo tempo, uma grande mudança. Uma grande continuidade com o Concílio Vaticano II, com a sua grande abertura e a maneira pastoral de viver o seu ministério.”

Refugiados

Ir. Alois informou ao Papa as iniciativas tomadas no âmbito da pesquisa ecumênica e do acolhimento aos jovens. “Francisco insistiu sobre a importância da hospitalidade”, afirmou o prior, acrescentando que outro tema foi o dos refugiados, “que é uma preocupação que nós compartilhamos plenamente, acolhendo também nós alguns refugiados em Taizé”.

Jovens

Falou-se ainda do Sínodo sobre os jovens, carisma da Comunidade: “Eu lhe disse que nós acompanhamos este caminho do Sínodo. O cardeal Baldisseri veio nos visitar em Taizé. Nós ouvimos muito os jovens: eles têm um desejo de autenticidade, que é preciso descobrir, levar a sério e acompanhar”.

Ecumenismo

Por fim, outro tema foi o ecumenismo: “Não se trata de um assunto entre cristãos, mas é a necessidade de ser coerentes com o Evangelho, para ser juntos portadores de paz num mundo onde as divisões se tornam sempre maiores. Também na Europa estão se criando novamente divisões que pareciam superadas. O ecumenismo tem a finalidade de encontrar uma resposta a essas questões do nosso tempo”, afirmou o prior da Comunidade de Taizé.

A comunidade, que tem sede na França, foi fundada em 1940 pelo Ir. Roger Schutz. O atual prior, católico, nasceu na Baviera (Alemanha) em 1954, está à frente da comunidade desde 2005, depois da morte do Ir. Roger.