Jovens testemunham fé, devoção e milagres em Aparecida


Data da Postagem: 12 de Outubro de 2017

Foram 12 dias emocionantes de Festa no Santuário Nacional de Aparecida para comemorar os 300 anos do encontro da imagem pelos três pescadores. Nesse período, a juventude marcou presença na Casa da Mãe demonstrou uma intensa devoção a Nossa Senhora. Compartilhamos com vocês algumas histórias desses jovens:

Tatyana Maria da Silva, 23 anos – Toritama (PE)

“Sou muito devota de Nossa Senhora e amo muito Ela. Já vim ao Santuário outras vezes, mas agora me sinto privilegiada por estar aqui nos 300 anos de Nossa Senhora. Eu tinha um problema no útero que não sabia o que era e pedi uma cura a Ela e, em poucos dias, recebi a graça que desejava. Sinto-me cuidada e muito amada por Nossa Senhora Aparecida”.

Marcelo Peralda, 25 Anos – Asunción – Paraguay

“É minha terreira vez no Santuário Nacional. Minha devoção a Nossa Senhora Aparecida começou em 2013 durante a semana missionária da Jornada Mundial da Juventude. A partir de então, começou um carinho por Ela tão grande que me faz voltar aqui. Apesar do cansaço, das 32 horas de viagem e do grande caminho para chegar aqui, desfrutamos cada momento.”

Lucas de Paula, 19 anos – Araguari (MG)

“Minha devoção vem da minha infância, do meu pai. Ele fazia muitas romarias e isso foi me incentivando. Com o tempo, fui me enchendo de alegria e isso acabou tornando-se algo espontâneo. Quando eu conheci a família Campanha dos Devotos eu realmente pude conhecer melhor Nossa Senhora e ela tornou-se tudo para mim. Todos os dias eu recebo o milagre da felicidade de ser um filho de Nossa Senhora. Fico feliz, emocionado, me sinto acolhido e sinto como se todos os meus problemas estivessem resolvidos.”

Fernanda Gomes da Silva, 23 anos – Ipatinga (MG)

“Desde criança, eu já vinha para cá com meus pais em romaria. Mais tarde, eles começaram a organizar as romarias e desde então venho até hoje… já fazem uns 20 anos que venho para cá, eu até perdi as contas de quantas vezes vim. Diante dela sinto que tenho uma amiga. Tenho uma ligação muito forte com Nossa Senhora… ela me entende.”

Maria Clara de Sousa, 19 anos – Guaratinguetá (SP)

“Desde criancinha morava em Guaratinguetá (SP), cidade vizinha, e vinha sempre com minha avó. Devo todas as graças e conquistas da minha vida a Nossa Senhora Aparecida. Ela é tudo para mim. Desde o meu nascimento nada foi fácil, tive muitas perdas, mas tenho certeza de que tudo está nas mãos Dela e tudo o que ela tira de mim é para melhorar minha vida. Com ela me sinto muito amada, acolhida e protegida.”

Ana Flávia,15 anos – São José dos Campos (SP)

“Nossa Senhora Aparecida é maravilhosa. Quando tive meu primeiro contato com ela eu falava: ‘Nossa! Uma Santa que foi encontrada no Rio e que é diferente das outras, é negra’. Ter conhecido ela e estar aqui hoje é a maior felicidade da minha vida. Já passei pela imagem e já chorei, porque eu a amo demais.”

Lucas Augusto da Rosa, 20 anos – São José dos Campos (SP)

“O que me trouxe até aqui foi a oportunidade de ter uma nova experiência com Nossa Senhora. A gente vive somente nos livros ou no Santo Terço, mas também há outras formas de experimentar a espiritualidade Mariana. E eu vi através dessa caminhada a pé, que foi a minha primeira, essa oportunidade de ver Nossa Senhora através dos desafios e da caminhada. Nesses dias, tive a oportunidade de ser convidado a estar com o Senhor, de sofrer fisicamente, mas para no final ser “coroado”, pois a Gloria do Senhor é maior que tudo.”

Lucas Aparecido de Oliveira, 24 anos – Paraisópolis (MG)

“Vim para participar pelo menos um dia da novena, pois todos os dias a assisto de casa. Minha devoção a Nossa Senhora é muito grande e muito forte, agradeço a ela todos os dias pela minha saúde.”

Clara Isabel da Silva, 18 anos – São Bento de Sapucaí (SP)

“Eu estava indo para o médico em Taubaté (SP), mas antes resolvemos vir para cá, juntamente com a minha madrinha, pois ela está com câncer e minha mãe está com problema no ombro, então viemos pedir a intercessão de Nossa Senhora. Minha devoção a Nossa Senhora é bem grande. Sempre que podemos vimos para Aparecida, umas três ou quatro vezes por ano.”

Tamires Aparecida de Almeida, 19 anos, e Wesley Donizetti, 23 anos – Santo Antônio do Pinhal (SP)

“O que nos trouxe aqui hoje é a fé e o amor a Nossa Senhora. Temos uma devoção enorme, pois em tudo o que nós pedimos ela nos ajuda e a gente consegue alcançar. No começo do ano, fizemos uma promessa de vir de ônibus para Aparecida, ela nos atendeu e nós viemos, com chuva e tudo.”

Maurício Junior, 23 anos – São José dos Campos (SP)

A Experiência de sair de São José dos Campos (SP) para Casa da Mãe cada ano é mais emocionante. Esse ano, além da presença dos meus amigos e irmão, pude contar com a presença do meu pai para caminharmos juntos.

 Fonte: a12.com